Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Veja todas as fotos de nossa cobertura jornalística em nossa Fanpage: www.facebook.com/sitejornalisando

Na última quinta-feira (10), o Jornalisando registrou o evento em comemoração aos 10 anos do Núcleo de Religiões de Matrizes Africanas da Polícia Militar da Bahia. O evento ocorreu no Belo Parque São Bartolomeu, na Suburbana, em Salvador. Participaram o comandante geral da PMBA, coronel Anselmo Brandão, e Mãe Nicinha, filha de santo da casa branca e membro da irmandade da Boa Morte, da cidade de Cachoeira, Bahia.

Durante a cerimônia, o Grupo de Teatro e o Coral da PMBA apresentaram performances e cantigas com base nos rituais do candomblé e o comandante geral plantou no Parque uma muda de árvore sagrada para o povo de santo, que simboliza o orixá Xangô, patrono no Nafro. 

De acordo com o coronel Anselmo, a fundação do núcleo foi um marco na luta pelo respeito às religiões africanas e às diferenças. “Lembro da luta de seus fundadores em 2005, assim como tivemos dificuldade em criar o núcleo espírita, do qual sou coordenador, dado ao preconceito e a intolerância ao diferente. De forma inédita entre as polícias militares do Brasil, a PMBA possui um comitê formado por núcleos de diversas religiões, ensinando à tropa o respeito. Exemplo disso, aqui estão presentes os Capelães Evangélico e Católico.

Ainda sobre a criação do Nafro, o comandante geral destacou as diferentes crenças. “A partir do Nafro incluímos em nossos cursos de formação disciplinas que orientam a lidar com o próximo independente de suas crenças. Acreditamos que se bem utilizados os dogmas religiosos promovem o bem estar melhorando as relações familiares e com a sociedade por nossos homens e mulheres”, salientou.


Emocionada, mãe Nicinha lembrou de sua primeira participação em evento do Nafro. “Foi no dia da fundação e ali vislumbrei um horizonte de transformações que hoje se concretiza, celebrando a esperança de um futuro ainda melhor. Ver mães, pais, filhos e filhas de santo, com farda da Polícia Militar, e professando nossa fé, com certeza é um marco”, enalteceu ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]