Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]


Campeão da Libertadores pelo San Lorenzo nesta quarta-feira (13), o meia Romagnoli reafirmou que pretende cumprir o contrato firmado com o Bahia e vir defender o tricolor baiano. "Tenho contrato com o Bahia e tenho que me apresentar. Sou um homem de palavra", afirmou o jogador, que foi escolhido o melhor atleta da final.

"Tenho contrato com o Bahia. Vou me apresentar, mas eles têm a última palavra. Não (estou arrependido). Assinei, sou um homem de palavra e tenho que ir, mas eles têm a última palavra. Estou tranquilo. Tive um problema familiar também, mas passou~, disse ao SporTV ao final da partida.

Apesar da fala do jogador, ainda há conflito com a diretoria tricolor, que representou contra o atleta na Fifa por conta de descumprimento de termos de contrato com a não apresentação em data estabelecida.

"Eu tomei o trabalho de falar na CBF. Se o Bahia fizesse a inscrição ainda amanhã (hoje), último dia da janela (de transferência internacional da Fifa), não teria problema. Mas Romagnoli também termina contrato dia 13 (hoje) e será jogador livre. Regularizar não seria problema”, garantiu o empresário Shai Lerner antes da final.

No Bahia, Lerner diz ter contato permanente com o diretor de negócios Pablo Ramos e com o gerente jurídico Victor Ferraz. A versão tricolor não é tão otimista. “Não há segurança jurídica de regularizar e validar o contrato. Não há esta certeza”, diz Ferraz. O pré-contrato assinado no primeiro semestre previa apresentação do meia do San Lorenzo ao Bahia no dia 1º de julho.

“Notificamos o San Lorenzo e Romagnoli pelo descumprimento do acordo em julho. Nunca tivemos retorno com cópia do seu contrato com o clube. Não sabemos as cláusulas. Só depois entramos com a ação na Fifa”, esclarece Ferraz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]