Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]







 Clique no play, na imagem, para ouvir a matéria



Por Edinei Dantas

A coisa está feia meu camarada! Caminhando a passos largos para o final do Brasileirão 2014, Bahia e Vitória se revezam na lanterna e a medíocre alegria de seus torcedores é quando, mesmo na penúltima colocação, ver o maior rival no último lugar. Ao termino da 21ª rodada, a segunda do retuno, o futebol baiano continuou 100% na zona de rebaixamento mesmo com o belo resultado do Bahia, em Feira de Santana, contra o Figueirense. E aqui eu abro um parêntese! Este jogo foi disputado no interior porque o Bahia perdeu mando de campo por superlotação e por falta de segurança. O curioso é que tudo isso aconteceu dentro do próprio Joia da Princesa, onde foi determinado o jogo deste domingo. Uma contradição do STJD, que anda pisando na bola. Nos primeiros minutos de jogo, um grupo de torcedores tricolores pulou o alambrado que separava as torcidas e arrancou uma faixa da torcida do Figueirense. A Polícia Militar agiu com rigor e prendeu nove “marginais”, que não podem ser considerados torcedores. O Bahia poderá voltar a ser punido.

Voltando ao jogo, para chegar ao gol, no péssimo gramado do Joia, o Bahia contou com a ajuda da defesa catarinense. Kieza já tinha assustado no começo, mas só abriu o placar aos 18 minutos. Depois do escanteio, a defesa não aliviou, com a bola tocando em dois zagueiros e sobrando livre para o artilheiro, que encheu o pé na pequena área para estufar as redes. Bahia 1 a 0. O próprio Kieza ampliou aos 24 minutos. Paulo Roberto foi afastar a bola com um estourão, mas com o vento a bola voltou para dentro da sua área. Kieza, dominou na quina esquerda e bateu de curva. Um golaço. Na segunda etapa o Figueirense dominou, mas não conseguiu romper a boa defesa do time baiano. E no contra ataque o Esquadrão fechou o caixão do time catarinense. Maxxi Biancucchi deu o ar da graça aos 38 minutos ao receber passe perfeito de Marcos Aurélio, e de frente com o goleiro recuperar a velha categoria para, com um toquinho, encobrir o arqueiro e fazer Bahia 3 x 0 Figueirense.
Às 18h30 o Vitória entrou em campo em Curitiba precisando vencer para deixar a zona de rebaixamento, mas não apresentou o bom futebol das últimas partidas desde o retorno do técnico Ney Franco. Sem consistência na zaga, graças a continuidade do erro de manter Luis Gustavo de zagueiro, sem criatividade no meio de campo, tocando muito lentamente e sem produtividade no ataque, o Vitória deu espaço para o Atlético-PR chegar com mais perigo e abrir o marcador aos 28 minutos do primeiro tempo, com Marcelo, após várias oportunidades desperdiçadas. Sem poder de reação o Leão viu o adversário chegar ao segundo gol aos 25 da segunda etapa com Hernani. Placar final Atlético-PR 2x0 Vitória.

Com os resultados a dupla BaVi voltou a figurar nas duas últimas colocações do campeonato. Completam a zona de rebaixamento o Criciúma, na 17ª colocação com 21 pontos e o Coritiba, 18º com 20, empatado com o Bahia, que tem apenas 4 triunfos e ocupa a vice-lanterna. O Tricolor vai encarar o Botafogo, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira, dia 17, a partir das 22 horas. Antes, o Vitória, lanterna com 18 pontos e os mesmos 4 triunfos do arquirival Bahia e do Coritiba, vai entrar em campo, no Barradão, contra o Fluminense, no mesmo dia, a partir das 19h30. Apesar da derrota, o Cruzeiro segui líder isolado da competição com 46 pontos, mas agora seguido de perto pelo São Paulo, com 42 pontos. Internacional com 37 e Corinthians com 36 completam o G-4.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]