Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Por Edinei Dantas

Sentimos, mas após a morte se segue o juízo e passamos a nos voltar a orar pelo conforto das famílias mutiladas e buscar causas, culpados para punilos e ações para evitar novas vítimas.

Claro que é preciso se punir os donos da boate que não equiparam seu estabelecimento de segurança necessária para evitar o incêndio e de saídas de emergência para facilitar a fulga. O vocalista da Banda que disparou o sinalizador sem se certificar das garantias de segurança para a platéia, sua equipe e demais envolvidos no evento. Bem como os órgãos públicos responsáveis pela fiscalização, que permitiram o funcionamento de um estabelecimento­ com alvarás importantes vencidos, sem as condições de segurança necessárias, e acesso de menores em um habitante de grande consumo de bebida alcoólicas, dentre outras.

Porém este momento é também de reflexão, mais orações, revista da legislação e para aqueles que frequentam qualquer evento em local fechado passar a atentar para as mínimas condições de segurança. A presença e quantidade de extintores de incêndio e no prazo de validade, saídas de emergência, abrigos para caso de ocorrência de tumulto, e a depender do evento a presença de uma brigada anti-incêndio e uma ambulância com especialistas em pronto-atendimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]