Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]


Um soldado da Polícia Militar foi baleado durante patrulhamento do Esquadrão de Motociclistas Águia (Garra) no bairro de Itacaranha, no Subúrbio Ferroviário, neste domingo (27). Os policiais perceberam uma briga e, ao tentar apartar os envolvidos, o policial Carlos Ribeiro foi atingido por quatro disparos de arma de fogo. 

A briga começou durante uma partida de futebol que fazia parte de uma confraternização. Um homem não identificado encostou em um GM/Chevette, cor branca. João Carlos Viana Santos, que estava com o veículo, se aproximou do rapaz e iniciaram uma discussão - apartada pelo soldado. 

De acordo com a assessoria da PM, João Santos ausentou-se do local exaltado e voltou logo depois na companhia de Ulisses Evangelista da Silva. Armados, os dois efetuaram diversos disparos em direção ao local da briga. Ferido, Carlos Ribeiro foi levado ao Hospital do Subúrbio e passa bem.

Após os disparos, duas guarnições da PM, uma da Gêmeos e outra do Esquadrão Águia, dirigiram-se ao local e foram recebidos a tiros, segundo a polícia. João Santos fugiu, mas Ulisses foi capturado e alvejado com um tiro na perna, sendo também socorrido ao Hospital do Subúrbio. 

Ao receber denúncia sobre a localização de João Santos, os policiais chegaram a residência de Wilson Pacifico de Souza Cruz Filho, que seria amigo de João Santos, no Jardim Cajazeiras. Na casa, foi encontrado em um cofre 46 cápsulas e um papelote de cocaína, além de um revólver taurus calibre.38, com três munições intactas. 

Um Fiat/Palio, cor branca, com documentação atrasada e sob suspeita de adulteração, também foi localizado com Wilson. O veículo foi encaminhado ao pátio da Transalvador e Wilson apresentado na Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), onde foi constatado que possui passagem por receptação. João Santos está foragido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]