Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]


O piloto baiano Luiz Razia finalmente conseguiu galgar o passo mais importante de sua carreira. Após meses de negociações tensas e até mesmo um momento de desesperança total, o piloto conseguiu garantir um lugar no grid da Formula 1 em 2013. Razia será um dos pilotos da equipe Marussia e é o segundo brasileiro do grid no ano.
 
O tamanho pequeno da escuderia não atrapalha o baiano, que garante estar muito feliz ainda que tenha consciência de que não conseguirá competir entre os destaques da maior categoria do automobilismo mundial. “O importante é que consegui algo que trabalhava há 11 anos na minha carreira, desde o kart até agora. E realmente é a conquista de um sonho para mim. Vale mais do que qualquer outra coisa”, comemora.
 
As credenciais que trouxeram Razia à F1 são as de vice-campeão da GP2, a categoria de base oficial do mundial. Ele já foi campeão da Formula 3 sulamericana, até que em 2008 entrou na divisão asiática da GP2. Em 2012, conseguiu entrar na competitiva Arden, de Christian Horner, chefe da RBR, bicampeã mundial de pilotos e construtores na F-1. Ele teve quatro vitórias na temporada e por pouco não se sagrou campeão.
 
Razia esclareceu que de fato tem o apoio financeiro externo para sustentar seu posicionamento como piloto de equipe, uma vez que a crise europeia dificulta o circo da F1. Porém, nenhum deles é brasileiro, o que decepciona o piloto baiano. “Sempre busquei representar meu país lá fora e levantar a bandeira do Brasil. Mas temos apenas investidores europeus nesse projeto e estamos ainda atrás de uma empresa brasileira para representar.” Com informações do Globoesporte.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]