Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Curta nossa fanpage e veja todas as fotos deste evento: facebook.com/sitejornalisando

Por Edinei Dantas

A Polícia Militar da Bahia lançou na manhã de hoje (20), na Praça do Parque Júlio César, Pituba, o projeto Vigilância Participativa. A iniciativa é da Polícia Militar que atua na capacitação de porteiros e vigilantes para serem colaboradores da segurança pública, através de integração entre a companhia responsável pelo policiamento da área, o conselho comunitário de segurança e a comunidade. 

Com as presenças do secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, e do comandante geral da PMBA, coronel Anselmo Brandão, a solenidade marcou a implementação do projeto com a capacitação de 3 mil profissionais, destes, alguns já atuam nos bairros do Alphaville e Pituba, em breve, e aqueles que atuam no Rio Vermelho, Boca do Rio e Barra darão início ao projeto nos seus respectivos bairros. Para o coronel Anselmo Brandão essa é mais uma ferramenta de aproximação entre a PM e a comunidade para coibir a violência. “É o momento de contarmos com uma comunidade proativa e participativa para que juntos possamos estabelecer resultados positivos de combate à criminalidade com esse projeto que tem início na capital, mas que será expandido para todo o Estado”, revelou.


Além do curso da PM que reúne orientações preventivas, cada condomínio posiciona parte das câmeras de videomonitoramento em direção à rua com o objetivo de melhorar a visualização do entorno do edifício. Para facilitar a identificação, o projeto utiliza placas sinalizadoras em locais estratégicos com o alerta de que a área dispõe desse sistema integrado, o que inibe atos delituosos.

Com 22 anos de profissão, o agente de portaria Roni River, 43 anos, disse que o projeto vai contribuir para uma rotina de trabalho mais segura. “Antes tínhamos somente a ação de observar, mas agora, integrados com a PM, podemos atuar na orientação, reação, e principalmente na antecipação dos fatos, diminuindo o tempo de resposta da Polícia Militar na redução das ocorrências delituosas”, explicou

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]