Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

boa vantagem aberta no terceiro quarto, Vitória desencanta, leva a melhor sobre o Minas no Ginásio de Cajazeiras e conquista seu primeiro triunfo na história do NBB

O basquete baiano está em festa. Nesta terça-feira, dia 17 de novembro de 2015, o Universo/Vitória, primeiro representante da Bahia no NBB, fez história ao conquistar seu primeiro triunfo na elite da modalidade no país. No Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, em Salvador (BA), rubro-negro soteropolitano levou a melhor sobre o Decisão Engenharia/Minas, por 76 a 66, e venceu pela primeira vez em cinco rodadas na competição nacional.

O cara: Para sentir o gosto da vitória pela primeira vez no NBB e deixar de ser o único time sem triunfos na competição, a equipe do técnico Régis Marrelli contou com grande atuação do ala/armador norte-americano Jason Smith, responsável por 23 pontos, com direito a cinco bolas de 3 pontos em oito chutadas (62,5% de aproveitamento), e quatro assistências.

Também estão na história: Mas não foi só de Jason o papel fundamental no marcante êxito do Leão. Com 16 pontos em 18 tentados (88,9% de aproveitamento), quatro rebotes e cinco assistências, o ala Edu Mariano também obteve destaque e deixou a quadra como jogador mais eficiente da partida (23 de valorização). Quem também se sobressaiu foi o ala/pivô espanhol Alvaro Calvo, autor de 15 pontos, e o armador norte-americano Kojo Mensah, que registrou 11 pontos, quatro rebotes, quatro assistências e três roubos de bola.

Baianos em festa: “caçula” Vitória conquistou seu primeiro triunfo na história do NBB (Francisco Galvão/EC Vitória)
Momento chave: Depois de um primeiro tempo parelho, o Vitória decretou seu resultado positivo no terceiro quarto. Ampliando sua vantagem aos poucos, a equipe do técnico Régis Marrelli chegou a ter 17 pontos de frente na reta final da parcial (51 a 34) e deu um passo gigante rumo ao seu primeiro triunfo no NBB. No último quarto, os donos da casa somente administraram a vantagem e fecharam o confronto com dez tentos de margem (76 a 66).

Números comprovam: O aproveitamento nas bolas de 3 pontos foi crucial para a definição do vencedor. A equipe baiana foi mais seletiva e acertou nove dos 21 tiros longos (42,9% de aproveitamento), sendo cinco delas vindas de Jason Smith, enquanto que o Minas arremessou as mesmas 21 bolas, mas converteu apenas quatro (19,0% de aproveitamento).

Na batida da molecada: O Minas teve como principais destaques os jovens Henrique Coelho, Léo Demétrio, Danilo Siqueira e Pedro Macedo. O primeiro, de 22 anos, ficou próximo de um duplo-duplo ao anotar 16 pontos, nove assistências e totalizou 22 de eficiência. Já o segundo, de 21, marcou 15 pontos e pegou cinco rebotes e acumulou 15 de valorização. Por sua vez, o terceiro, que também tem 21 anos, foi responsável por 11 pontos, enquanto que o quarto, de 22 anos, deixou a quadra com dez pontos.

Põe na conta: Com o resultado, o Vitória deixou de ser o único time sem vencer na atual temporada do NBB e agora tem campanha de um triunfo em cinco partidas (20% de aproveitamento), mesmo desempenho dos comandados do técnico Cristiano Grama, que sofreram sua terceira derrota consecutiva na competição.

E agora: Embalado por sua primeira vitória no NBB, o rubro-negro baiano terá como próximo adversário o invicto UniCEUB/BRB/Brasília, na próxima quinta-feira (19/11), às 21 horas (de Brasília), novamente no Ginásio de Cajazeiras, em Salvador (BA). No mesmo dia, às 20h30 (de Brasília), o Minas encarará o Solar Cearense, no Ginásio Paulo Sarasate.

por Liga Nacional de Basquete

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]