Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]





Jornalisando.com Recomenda muito a peça Baú de História. Tive a oportunidade de assistir a este delicioso espetáculo, quando pela primeira vez minha filha de 6 anos esteve presente em um Teatro. Ela que já é fã de cinema, e assim como o pai, não gostou muito do circo. Uma grande responsabilidade para os meninos que protagonizaram a peça, nutrir em dezenas de crianças o prazer do teatro, ou o contrário.

Criando diálogos entre teatro, música, dança e arte visual, o espetáculo composto por quatro textos infantis do domínio público, sendo eles Ananse e O Baú de Histórias, O Sapo e a Princesa, A Casa do Coelho e Juca e a Serpente do Rio, inspira-se na tradição dos griots, isto é, no costume dos conhecidos contadores africanos de histórias, para narrar aventuras lúdicas aos sentidos da garotada. No espetáculo, os atores Ian Schettini, Gessyca Geysa, Saulo Santos e Vera Pessoa lançam mão de grandes adereços para fazer com que o público pense, sinta e se identifique com as histórias de origem europeia, africana e indígena que são contadas e representadas por pessoas de diversos tempos e lugares. Através da criatividade presente na literatura feita para crianças, Baú de Historias tem o intuito de mostrar aos pequeninos como mundo é e acontece por dentro.


Eu tenho o riso frouxo gargalhei mais que minha filha, mas ela saiu lamentando ter acabado e pediu para voltarmos para ver novamente.

Filme - O Vendedor de Passados

Em um oferecimento da Texto & Cia Assessoria de Comunicação e da rede UCI Orient, vários jornalistas de Salvador se reuniram na noite desta segunda-feira (04) para assistir e avaliar o mais novo filme protagonizado pelo baiano Lázaro Ramos e dirigido por Lula Buarque de Hollanda. Ambos estavam presentes na sessão e atenderam à imprensa para entrevistas, autógrafos e fotografias. Antes do filme rodar Lazinho, como é conhecido o ator global, falou um pouco do longa que pra ele traz um novo formato para o cinema brasileiro, um filme sem categoria definida. “Ele é suspense, ele é drama, e ele faz rir como uma comédia”, disse ele.

E é verdade. O Jornalisando também compareceu à sessão e gostou muito do que viu. O Vendedor de Passados é muito bem feito, boas fotografias e trilha sonora, e trás uma história interessante de um criador de passados. Não dá pra falar muito para não estragar a magia de quem vai assistir, mas não posso deixar de dizer que o filme acaba fazendo alusão a uma vida falsificada que muita gente “vende” para outras pessoas, potencializada na atualidade pelas redes sociais, que não são citadas na história.

Para Vicente (Lázaro Ramos), o passado é tudo aquilo que você lembra, imagina que lembra ou finge lembrar. Ele ganha a vida criando novos passados, histórias de vida, dos seus clientes por meio de documentos, fotos e vídeos. Até que os seus talentos de falsário colocam em seu caminho a atraente Clara (Alinne Moraes). Contratado para inventar um passado criminoso para a misteriosa cliente, Vicente se envolve demais na missão e no passado que ele mesmo inventou. “O Vendedor de Passados” é baseado no livro homônimo do escritor angolano José Eduardo Agualusa.

O filme estreou nesta quinta (21).

O Vendedor de Passados (Brasil, 2013)
Elenco: Lázaro Ramos, Alinne Moraes, Odilon Wagner, Mayana Neiva, Pedro Brício, Débora Olivieri, Marcello Escorel, Anderson Muller, Eliana Guttman, Carol Fazu, Giselle Motta.

Direção: Lula Buarque de Hollanda








 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]