Nossa visita ao Logos Hope


Por Edinei Dantas

Pra começo de conversa eu sou evangélico, não concordei com o cartão de visitas do Logos Hope, e conheço muitos de mesma opinião. Extremamente deselegante e desrespeitoso. Se um convidado chega a minha casa insultando seus moradores ele é posto pra fora com duas quentes e três fervendo. Imagine um visitante que nem convidado foi.

Mas então por que eu dei essa moral para o Logos Hope? Primeiro porque intolerância não se combate com intolerância. Segundo porque eu nunca entrei em um transatlântico e não sei quando terei uma oportunidade. Então, foi esta a minha motivação para sair dos meus cuidados na tarde deste domingo. Conhecer e fazer minha filha conhecer um transatlântico por dentro. E foi por isso que me decepcionei. O objetivo deles não é mostrar o navio e sim mostrar e vender os livros da biblioteca.

Quando a gente entra no Logos Hope é fácil esquecer que estamos em um navio. Depois de um bote onde o projeto é apresentado muito rapidamente, passamos para uma área onde nos contam uma história bíblica ilustrada por um cenário. Logo depois vem a Biblioteca que é OK. Me senti em uma livraria de shopping.

Em seguida um constrangimento. Chegamos em um local que parecia uma igrejinha. Perguntei se a apresentação teatral seria ali e a moça me respondeu em espanhol. “Tienes el ticket? Tienes el boleto?”. E aí foi a concretização da decepção. Para nós acabava ali a visita.

Isto também por culpa nossa. Esqueci a carteira na casa de meus pais e percebi no caminho. Minha esposa disse, precisa voltar não, eu tenho dinheiro. Chegando ao navio pagamos os R$ 10 reais da entrada, economizamos R$ 5 reais, pois criança até 12 anos não paga. Porém, após a informação da espanhola, descobrimos que para explorarmos mais o navio e assistirmos a peça teatral teríamos que desembolsar mais R$ 35 reais. No entanto, minha esposa que encheu a boca dizendo que tinha dinheiro, só tinha R$ 31 reais em mãos e lá eles não aceitam cartão de débito, só dinheiro ou cartão de crédito internacional. Não vi esta informação em nenhum jornal.

Por fim, após contar as “mocofaias” e faltar R$ 4 reais, nos restou sair com a cara mexendo e o rabo balançando, pegar uns livretos gratis, tirar foto nos bonecos sem cara e voltar para casa.

Para quem não esquecer a carteira, ou tem cartão de crédito internacional, talvez seja mais interessante. Vá lá e nos conte. O Logos Hope fica até a próxima terça-feira, 05.







Comentários

Postagens Mais Visitadas

[Pra Descontrair] DICIONÁRIO DE BAIANÊS (Se você vai à Bahia, é bom inteirar-se do significado destes termos que vai ouvir por lá) Divirta-se.

Empate na Arena Fonte Nova desagrada a Paulistas e a Baianos

O dia em que o Exército matou PMs Resumo do evento histórico e um apelo aos músicos brasileiros.

Vitória perde para o América-MG e torce contra concorrentes.