Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

“Se tem um lugar onde os gays devem ser acolhidos é na igreja evangélica”, diz cantora gospel em entrevista a Pedro Bial.

Na última terça-feira (11), o jornalista Pedro Bial recebeu em seu ainda novo programa jovens evangélicos que estão bombando nas redes sociais. O objetivo?

Pedro Bial começou o programa dizendo que há 500 anos um monge alemão realizou a reforma protestante, sendo bem sucedido graças a obra de um conterrâneo, Gutembergue, que pouco mais de um século e meio atrás criou a imprensa e a estreou imprimindo a bíblia. Assim Lutero fez sua ofensiva de comunicação graças a Gutemberg, e, de igual modo, neste século 21 a palavra da fé cristã está surfando da revolução digital, no mar gigante da internet.
Os entrevistados:
Priscilla Alcantara - até então pra mim ilustre desconhecida, é youtuber e cantora gospel. Já se destaca pelo seu cabelo rosa, nasceu no evangelho e é filha de músicos que dirigiam jovens de várias igrejas evangélicas. Hoje congrega na Bola de Neve Church, conhecida como igreja dos artistas, surfistas e alternativos em geral. Tem cerca de 990 mil seguidores no Youtube.
Vinni Rodrigues – Youtuber de humor gospel que brinca com as linguagens oriundas do pentecostalismo assumindo o personagem do pastor Jacinto Manto em seu canal Tô Solto. É até um conteúdo que normalmente me faz rir muito, mas eu só consegui ver alguns vídeos desde que conheci. Acho chato. O contrario do que penso de Franklin Medrado, outro Youtuber evangélico, do canal Tipo Assim. Muito mais engraçado, crítico, informativo e com muito mais qualidade de som e imagem. Vini tem mais de 700 mil inscritos em seu canal no Youtube e sua última postagem já tem mais de 2 milhões de visualizações.
Tom Carfi – Também nascido no evangelho, excelente cantor gospel que ao sair do excelente grupo Raiz Coral, segue em carreira solo. Ao que parece, chamou a atenção de Pedro Bial pelas superproduções de seus clipes e o perfil de música diferente ao perfil comum das músicas gospel, em especial o clipe da música X-Man, que já registra mais de um milhão e meio de visualizações no youtube.
- Vini foi o primeiro entrevistado. No bate papo teve que explicar alguns termos usados no pentecostalismo com Manto, línguas estranhas, varoa e os limites do humor, já que muitos evangélicos o criticam, alegando estar brincando com o sagrado. Vini se justifica dizendo que sua intenção é mostrar que o cristão se diverte, não é algo chato como somente colocar uma bíblia debaixo do braço e ir da casa para igreja apenas. Além disso, o evangélico não é perfeito e rir de si mesmo é divino.
Priscilla entrou em seguida e roubou a cena. Sentou logo pertinho de Bial com muita simpatia e ganhou o protagonismo do programa. No início de sua participação é mostrado um de seus vídeos onde diz que todos são obrigados a respeitar sua opinião de que não são músicas como um funk proibidão cheio de putaria que vai trazer a perversidade ou a imoralidade sexual para a vida de alguém, mas sim o mal que já existe no coração de alguém. A música só faria alimentar o mal. (Aí eu pergunto, sim e se for verdade? Justifica um evangélico ouvir esse tipo de conteúdo sabendo que embora a música não crie, mas alimenta o mal já presente na natureza humana?)


*Bial pergunta a quem ela ajuda ou irrita com seu perfil e opiniões não convencionais no meio gospel:
- Ela critica a religião dizendo que esta muitas vezes oprime, sendo que a cruz nos libertou de uma escravidão e que ela ajuda os frustrados com a religião a não descontar estas frustrações em Deus. Disse ainda que muitas igrejas pregam como se andar com Deus fosse um fardo e não é. (então esqueçam aquela história de toma tua cruz e seguir a Cristo, amém?)
Demonstrando ter estudado sobre o mundo gospel Bial utiliza bem algumas expressões como intimidade com Deus, meio secular, canela de fogo.
Tom Carfi entrou por último. Coincidência ou não foi o que sentou mais distante do apresentador e foi o mais apático. Parecia estar morrendo de sono. Começou explicando o que era Canela de Fogo:
- “um rapaz que é muito avivado ao lance do pentecoste, por isso ele gira, mexe a mão”.
Falou ainda da produção do último clip que custou uns 80 mil reais.
*Bial então pergunta em tom de brincadeira. “Mas a mensagem do clip qual é? Só o hip hop eletrônico salva?
- Carfi responde que fez uma junção entre um X-Man e um cristão. Ele é como um super-herói que chega para acabar com o mal que atormenta uma cidade, com um poder que não é dele, vem do céu. ÊEE Shanaias!
Foi perguntado também sobre identidade racial e contou que na infância não entrava em loja chique com vergonha ser menosprezado, mas da música negra, cantando no grupo Raiz Coral, quebrou essa baixa estima.
Aí veio a surpresa! Bial chama um sociólogo ateu para comentar sobre aquela conversa.
O convidado começa com números: “Os brasileiros hoje somam em torno de 160 milhões de evangélicos, tem um perfil jovem, urbano, e se antigamente o meio de atuação do pentecostal era casa, igreja e trabalho, nas últimas décadas passaram a ocupar em todas as mídias, na política partidária eleitoral, começaram a vender produtos gospel, inclusive eróticos”, pontuou. A disputa pelas almas não se dá mais nas igrejas e sim no espaço virtual – Bial. Em uma última pesquisa do Datafolha o Brasil tem entre 27, 28% de evangélicos a cima dos 16 anos.
Concluiu que na fala dos entrevistados eles reivindicam autonomia pessoal em relação ao tradicionalismo, ao moralismo, ao controle pastoral denominacional.


*Hora G - Ai Bial questiona o limite desta renovação representada pelos entrevistados e pergunta sobre a causa Gay:
- Priscilla toma a frente não reivindicada pelos outros, talvez para não irem de encontro com a resposta que Bial queria ouvir, deixando com a garota que é de igreja mais liberal e deu a resposta da manutenção do bom papo, com requintes de sabedoria. Ela diz que é da igreja Bola de Neve, onde muitos gays frequentam, e que ela tem muitos fãs gays.
*Bial insiste perguntando se esses gays não são discriminados:
- Ela responde sorrindo que não, que é lá que eles devem estar e que é Deus quem faz a transformação. (se saiu muito bem e de forma bíblica, porém não deixou claro que aceita-se e respeita-se o pecador e não o pecado, até porque o evangélico acredita sim que a homossexualidade é um pecado, não estão dispostos a agredir e a matar, mas acreditam que a verdadeira conversão em cristo irá torná-lo em ex-gay).
Declaração polêmica de Priscilla Alcântara: Independente do que seja certo ou errado o amor de Deus precisa ser pregado. (como você entende esta frase?)

Declaração perfeita de Priscilla Alcântara: Uma coisa que os cristãos muitas vezes esquecem é que a única pessoa que é capaz de convencer alguém de que está errado é o Espírito Santo de Deus e o nosso dever é levar o Espirito Santo para estas pessoas para que elas sejam convencidas assim como nós somos todos os dias. (Brocou!)
*Bial faz aquela pergunta meio afirmação de que não são todas as igrejas que agem assim:
- Priscilla responde que a dela faz, mas os outros permaneceram quietos.
*Bial muda completamente de assunto dizendo observar ser costume das igrejas protestantes, quando você não está satisfeito com o pastor você vira pastor e vai abrir sua igreja.
O ateu aí citou: Lutero assegurou que o que salva é a fé, não importa o que você fizer, não é o Clero, não são as instituições, as boas obras nada, o que salva é a fé. Observou também que no discurso dos entrevistados está uma relação direta com Deus, sem a intermediação das instituições religiosas.
*Bial fez uma pergunta geral – O que o jovem evangélico quer.
- Priscilla respondeu: Alegria, dinheiro, tem que comprar umas blusinhas né gente pra dar uns rolê.
Vini – Respeito, Lazer.
Tom Carfi – Liberdade
*Bial pergunta se prazer pode e Priscilla (praticamente uma porta voz do povo de Deus) disse: A diferença entre o crente e o não crente é apenas na fonte deste prazer. O jovem cristão sabe que pode encontrar a maior alegria do mundo em Deus. (Brocou novamente)
Crente cheio de azeite é o mesmo que canela de fogo reponde Vini após última pergunta de Bial.
***O pessoal estava muito nervoso, ansioso, não quis polemizar por medo, educação, não quiseram ser o tal crente chato. Não por isso, mas o programa foi muito aquém às minhas expectativas, mas foi legal.

Curta nossa Fanpage: facebook.com/sitejornalisando

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]