Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]


Wallace teve atuação defensiva de destaque (Luís Moura / Estadão Conteúdo)


Por Edinei Dantas


Derrota e Vitória, suas palavras antagônicas, mas que andam lado a lado. E quis o destino que fosse o Vitória, a apresentar a Derrota ao Corinthians no Brasileirão 2017. Em 20 jogos na competição o Timão havia conquistado 14 vitórias e seis empates. O líder desconhecia a palavra derrota na competição e rodada após rodada a pergunta não parava de surgir, quem iria a apresentar? Pois bem, o Leão baiano calou 42 mil torcedores que lotaram a Arena Itaquera na tarde deste Sábado (19), e respondeu a duas perguntas de uma vez. A primeira surgida logo após a derrota em casa para o Avaí no último domingo: “Se não ganha do Avaí em casa vai ganhar de quem?” e a pergunta do Brasil. Eu sou Vitória! O time que não ganhou o Avaí em casa pode sim vencer o líder ex-invicto Corinthians, na casa do adversário.


O Jogo - O Vitória já havia proporcionado a primeira vez em que o Corinthians encerrou um primeiro tempo perdendo. O Rubro Negro baiano fez uma primeira etapa buscando não errar, para tentar aproveitar algum contra ataque e surpreender. E foi justamente o que aconteceu. Aos 11 minutos Neilton puxou um contra ataque e tocou para Trellez na área. No chute contou com o desviou da bola no zagueiro para fazer Vitória 1 a 0. A partir dai foi o Corinthians no ataque com a tranquilidade de quem empataria a qualquer momento, contra um Vitória esbaforido se defendendo e buscando novos contra taques. E até achou um ou dois, mas desperdiçou as oportunidades. Por outro lado, o Timão perdia muitas chances de gol e quando conseguiu balançar as redes seu jogador estava impedido.


No segundo tempo o Vitória seguiu com a mesma tática, uma excelente marcação em grande jogo de Wallace e tentando surpreender no contra ataque. Foi prejudicado logo no início da segunda etapa quando Kanu marcou de cabeça e o arbitro marcou impedimento inexistente. O Timão continuou em cima, mas não conseguia marcar e o Vitória também teve umas duas ou três chances de ampliar o marcador, mas desperdiçou. O árbitro ainda deu seis minutos de acréscimos, mas não teve jeito. Se tem dia que é noite, tem tarde que é tarde mesmo e deu tudo certo para o Leão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]